sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Slide para Igreja


sexta-feira, 28 de junho de 2013

Pai Nosso do Dizimista


domingo, 16 de junho de 2013

domingo, 9 de junho de 2013

Hoje, a mensagem de Deus para você é sobre o tema do dinheiro. Jesus muitas vezes lidou com este assunto. O dinheiro é uma coisa grande e poderosa, mas também pode se tornar uma maldição, se não tratada adequadamente. Você está dando o dízimo com alegria? Como você gerenciando o dinheiro, o orçamento e a dívida? Hoje é o dia para botar suas finanças apontando na direção certa

domingo, 27 de janeiro de 2013

Preces aos Dizimistas

  1. Por todos os nossos dizimistas e benfeitores, para que sempre possam, através de sua fiel contribuição do dízimo e da oferta generosa, manifestar a Deus a sua gratidão por todos os benefícios recebidos.
  2. Pelas nossas famílias dizimistas, para que obtenham sempre de Deus a certeza de que a sua opção pelo dízimo como forma de retribuição, é uma fonte de força evangelizadora para toda Igreja.
  3. Pelos nossos benfeitores e dizimistas, para que sempre expressem a generosidade que o próprio Deus lhes inspira no coração através da prática fiel do dizimo e das ofertas.
  4. Pelos dizimistas e benfeitores de nossa comunidade, que generosamente procuram sustentá-la em sua missão de evangelizar, para que sejam sempre poderosamente abençoados por Deus em suas vidas e em suas famílias.
  5. Para que o vosso amor fortifique nossa voz para que possamos através da doação de nossos serviços e do dízimo que ofertamos humildemente, sermos vossos profetas hoje.
  6. Para que nós dizimistas tocados pela luz do Espírito, tenhamos a mente aberta para compreender as necessidades da nossa comunidade.
  7. Para que nós dizimistas, sejamos abençoados em nossa missão e não desanimamos diante aos sofrimentos e dificuldades.
  8. Por todos dizimistas falecidos, para que recebam na eternidade a recompensa de seus sacrifícios na terra.
  9. Que o dízimo seja assumido pelos fiéis como compromisso de vida, como expressão de Fé e o desejo de aprofundar-se na experiência de Deus.
  10. Por nossas necessidades pessoais, que o dízimo nos eduque para a prosperidade, para a benção e para pedirmos a Deus o suficiente para vivermos dignamente como seus filhos.
  11. Por todas as famílias dizimistas, que sejam sempre unidade e partilhem tudo entre si.
  12. Por nossa Igreja, para que seja sempre o exemplo vivo de doação, de amor ao próximo.
  13. Pelos nossos dizimistas que generosamente contribuem todos os meses, para que nunca se deixem vencer pelo espírito de competição, privilégios, ou cobranças, mas que sinta no gesto de contribuir, a expressão mais forte de Cristo, que por amor serve, reparte e se doa.
  14. Para que assumamos o dízimo como princípio de fidelidade a Deus, à Igreja e aos irmãos excluídos da sociedade.
  15. Por aqueles que vivem fechados em seu egoísmo, para que se abram à solidariedade e à partilha.

sábado, 8 de dezembro de 2012

Reunião em Pilar do Sul

Carlos
Edson e Carlos


Novos Coordenadores




Partilha do Pão

Partilha do Pão

Partilha do Pão

Partilha do Pão



quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Ser dizimista...

É ter a coragem de partilhar o que tem, é fazer acontecer o milagre da partilha . Conceda nós Senhor a graça de compreender o sentido do dízimo. Amém!

O Dízimo...

Faz com que a igreja possa manter todas as suas atividades e seus trabalhos comunitários. É preciso que as pessoas tenham esta consciência e possa partilhar.

domingo, 25 de novembro de 2012

Vídeo animado do Dízimo


sábado, 4 de agosto de 2012

MENSAGENS SOBRE O DÍZIMO

1- Mais do que uma colaboração, o Dízimo é um gesto de amor, gratidão, fé, partilha, e, sobretudo, agradecimento a Deus.
Sabemos que é com esta partilha que a nossa Igreja se mantém viva, já que o Dízimo é um gesto que deve partir de nós para devolver a Deus, com fidelidade, uma parte de tudo aquilo que Ele próprio nos dá. Só assim, a comunidade poderá realizar a missão a partir das três dimensões do Dízimo: Religiosa, Social e Missionária. Senhor, fazei de mim um dizimista consciente, alegre e generoso.
 2- O Dízimo é a expressão de nossa gratidão a Deus manifestada na oferta de uma parcela de nossos bens. Dízimo é sacrifício, pois exige a renúncia de algo que conquistamos com nosso trabalho. Dízimo é comunhão: aproxima-nos de Deus e dos irmãos e faz com que não falte o pão na mesa dos menos favorecidos. Senhor, fazei de mim um dizimista consciente, alegre e generoso.
3- O Dízimo nos educa para a gratidão e para a generosidade. Ele nos leva a abrir os horizontes da nossa mente, a abrir o nosso coração e nossas mãos. O Dízimo nos lembra que, além do nosso pequeno mundo, existe uma multidão de irmãos e irmãs, filhos e filhas do mesmo Pai, precisando de nossa solidariedade. O Dízimo nos ajuda a reconhecer que tudo recebemos de Deus por pura gratidão, e nos leva a partilhar uma pequena parte do muito que recebemos. Senhor, fazei de mim um dizimista consciente, alegre e generoso.
4- “Deus ama a quem dá com alegria. Poderoso é Deus para cumular-vos com toda a espécie de benefícios, para que, tendo sempre em todas as coisas o necessário, vos sobre ainda muito para toda a espécie de boas obras”. (IICor 9,6-8).  Senhor, fazei de mim um dizimista consciente, alegre e generoso.
5- Dízimo é administrar os bens de Deus, que são todos os dons que Ele nos dá: a vida, a saúde, a fé, o tempo, os talentos pessoais e os bens materiais para sustentar a nossa vida. Criados à imagem e semelhança de Deus que é Amor, aprendendo com Ele que reparte gratuitamente todos os bens, somos também convidados a repartir os nossos dons. Colocando a serviço de Deus e da sua obra parte do nosso tempo, os nossos talentos e um pouco dos nossos bens materiais, tornamo-nos construtores do Reino de Deus. Senhor, fazei de mim um dizimista consciente, alegre e generoso.

Mensagens do Dízimo

* Dízimo é a devolução que fazemos ao nosso Senhor de tudo que ele nos dá, com carinho e muito amor. Devolver o dízimo a Deus, é o dever do bom cristão, um gesto bem generoso, prova de nossa gratidão.
* É dever de todos agradecer a Deus. Nossa gratidão deve ser concreta, não apenas por palavra. Agradecemos concretamente a Deus quando nos abrimos a conversão, buscando viver integralmente o evangelho e quando nos comprometemos com as coisas de Deus ajudando a expansão do evangelho e da igreja.
* É justo que sejamos gratos a Deus. O dízimo é um sinal dessa gratidão. O primeiro sentimento necessário para oferecer o dízimo é, portanto, a nossa gratidão a Deus. O dízimo nos educa para a gratidão e para a generosidade. Ele nos leva a abrir os horizontes da nossa mente, a abrir o nosso coração e as nossas mãos.
* Ser dizimista é converter-se e a conversão implica em deixar de lado nosso egoísmo, o nosso "eu", renunciar a si mesmo. Somente pela conversão é que conseguimos enxergar as necessidades de nossa igreja, de nossos irmãos carentes dos bens materiais e espirituais. E somente pela conversão atingiremos as três dimensões do dízimo/ religiosa, social e missionária.
* O amor aos irmãos é um gesto nobre que nasce da vontade do coração  de cada homem, porque Deus nossa força, habita no coração de cada um de nós, basta a nós encontrá-lo. A compaixão é um sentimento de nobreza humana e ao mesmo tempo divina. A compaixão é uma força que nos capacita não somente a sofrer a mesma paixão que o irmão, mas a lutar concretamente pelo bem do próximo com a totalidade de nosso ser.
* Dízimo é um sinal de compromisso, de fidelidade com Deus, com a igreja e com os pobres. Jesus, na sua bondade infinita, instituiu a sua igreja para ela evangelizar, catequizar, servir e santificar. E para que ela possa desempenhar a sua vocação evangelizadora no mundo, necessita de recursos materiais e esses recursos, devem provir de nós, seus filhos, que somos e formamos a igreja viva de Cristo aqui na terra. Com o dízimo você ajuda a transformar a igreja para que ela seja cada vez mais unida e fraterna, a fim de que possa cumprir a sua missão evangelizadora como Jesus a quer ser dizimista é ser evangelizador.
* Na evangelização e nos sacramentos, a igreja alimenta a vida espiritual do povo de Deus; na caridade, promove a vida com assistência material aos pobres e necessitados. É nosso dízimo transformado em vida; é a porção de vida ofertada no dízimo que nos dá a alegria da participação. É essa alegria que deve motivar-nos a contribuir para que o milagre aconteça, fazendo o que Jesus nos pede: "enchei as talhas de água " (Jô 2,7 ).
* Nas bodas de cana, Jesus pediu para encherem com água as talhas, para transformá-la em vinho e garantir a continuidade da alegria da festa. Permitiu com isso, que o homem tivesse também a alegria e a honra de cooperar, para o milagre. A água é, assim, fonte de vida e fonte de alegria. O dízimo também.
* Ser dizimista na sua raiz mais profunda, significa construir comunidade. Ser dizimista, é ter posse da maior parte, após entrega do dízimo, a parte da gratidão. Dízimo não é imposição, não é obrigação; é uma forma fácil de sermos gratos a Deus. Dízimo é partilha, não é esmola. Partilhar não é dar o que sobra. Partilhar é dar o que o outro precisa. Reparto confiante de que nada do que ofereço, me fará falta. Dízimo é amor. É por isso que quanto mais partilhamos, mais temos.

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Catequização do dízimo junto com os Ministros

 














Semana da Concientização do Dízimo 2012

Enfeitamos as colunas com os nomes representando cada dizimista.














domingo, 1 de julho de 2012

Apresentação para a comunidade


quarta-feira, 23 de maio de 2012

Slides para Igreja

Para gravar esse video em seu computador acesse o site e baixe o programa:
http://www.4shared.com/video/jyp1ehLB/A_ma.html 

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Slides para Igreja

Para gravar esse video em seu computador acesse o site e baixe o programa
Vdownloader

Testemunho


Meu testemunho vem através de minha filha. Sabe aqueles dias que a gente planeja fazer uma coisa e acontece outra? Bom, comigo aconteceu! Eu e minha esposa tínhamos planejado fazer uma construção, quando num certo dia minha filha reclamou de uma dor muito forte no abdômen. Logo corremos atrás de um médico. Na primeira consulta minha filha foi submetida a uma endoscopia e a um ultrassom. Logo veio a resposta: sua filha está com uma pedra grande na vesícula e precisa fazer uma cirurgia. Que desespero! Uma menina com apenas 15 anos para ter isto... E com isso veio a pergunta: como fazer esta cirurgia se o dinheiro estava reservado para outra coisa? Mas ainda não contente minha esposa correu atrás do segundo médico e lá foi feito mais exames e logo veio o resultado que a cirurgia custaria no valor de R$ 6.000,00, feito a laser, pois minha menina não queria a convencional, devido à cicatriz. Vindo embora, no ônibus, minha esposa pensou em procurar o SUS. Sem muita fé ela chegou à cidade e correu até o Posto de Saúde e procurou o atendimento e na mesma hora minha filha foi encaixada na fila de espera. Que alegria! O primeiro passo nós tínhamos dado. Passado alguns dias o Posto de Saúde chamou para outra consulta, essa seria a terceira consulta e lá mandaram fazer outro ultrassom. Mais uma vez uma fila de espera. Enquanto isso, minha filha reclamava de muita dor. O médico receitou um remédio para amenizá-la. Neste momento vimos que o melhor médico era Jesus, começamos a rezar, e entregamos nossa filha a Deus e pedimos uma resposta naquele momento. E através de uma Luz Divina, fomos convidados para participar do Cerco de Jericó. Após uma semana, minha filha em casa sozinha sentiu umas dores fortes no abdômen e ligou desesperada para a mãe. A dor, graças a Deus, logo passou! Eu não estava contente, porque demorava muito a consulta pelo SUS, então mandei por conta minha esposa levar novamente minha filha para fazer um ultrassom, essa era a quarta consulta, mas tudo bem, pois seria a última. Chegando lá o médico que manipula os equipamentos, ao fazer os exames, se espantou e perguntou: porque esse exame? "Ai meu bom Deus! o Senhor agiu em nossas vidas!". Ela não tinha mais nada em sua vesícula! O próprio médico ficou espantado pelo tamanho da pedra no outro exame mostrado para ele. Graças a Deus minha filha foi curada e para garantir a bênçãos fomos logo chamados pelo SUS para fazer o ultrassom detalhado e lá foi constatado que realmente minha filha não tinha nada. Por isso, eu baseio esse momento de minha vida nessa passagem bíblica:
“Pagai integralmente os dízimos ao tesouro do templo, para que haja alimento em minha casa. Fazei a experiência - diz o Senhor dos exércitos - e vereis se não vos abro os reservatórios do céu e se não derramo a minha bênção sobre vós muito além do necessário.” Malaquias 3-10.
E sabe aquela construção que eu tinha planejado com minha esposa? Terminei. 
(Edson Roberto e Sueli)